1940Kb

Estrutura Tonal: Harmonia

R$ 10,00

O estudo de música compreende aspectos práticos e teóricos, os quais se unem para uma completa formação. Ao lado da prática de um instrumento, o músico precisa do estudo da Teoria, um campo de conhecimento que se subdivide hoje nos caminhos da construção do ouvido e da compreensão de estruturas, nas técnicas de análise e na História. A Teoria foi por muito tempo considerada como um conjunto de conhecimentos – harmonia, contraponto, fuga - necessários à formação do compositor. Passou por uma grande transformação a partir de autores que se voltaram ao estudo histórico e, pela análise na literatura, à observação do uso das estruturas na prática dos compositores. O estudo da Teoria começa então, a ser histórico e de necessidade para todos os estudantes de música, compositores, intérpretes, educadores e musicólogos, pois como afirma Walter Piston, “passa a contar como a música foi escrita no passado e não como será no futuro” 1 .
Este livro-texto apresenta um estudo da estrutura tonal no aspecto da harmonia, procedimento que constitui a base da prática musical dos séculos XVIII e XIX. Partindo da questão: qual é o material básico da música tonal? - faz uma coleção dos acordes utilizados e das principais situações em que aparecem. O objetivo deste estudo é servir de suporte ao aluno para ouvir, conhecer literatura, tocar os trechos dos exemplos, realizar exercícios ao teclado e escritos, fazer comparações e análises e ao mesmo tempo se iniciar no grande campo de pesquisa que é a Teoria da Música. O método de trabalho privilegia a subdivisão do assunto em partes, considerando para o estudo das estruturas harmônicas:
• a audição;
• os relacionamentos;
• as vozes condutoras;
• o reconhecimento na literatura;
• o aspecto histórico;
• a realização no teclado;
• o desenvolvimento da imaginação.
Dessa maneira, são apresentados aqui assuntos e sugestões de atividades, os quais vão contar com a criatividade de todos, professores e alunos, em contínua colaboração.
1 PISTON, Walter. Harmony. New York: Norton, 1987. p. IX.ഊ8.
O texto traz cada item em detalhe, com explicação e exemplos. As palavras sublinhadas se ligam ao Glossário constante no Anexo 2. Os exemplos, selecionados pela harmonia, abrangem o período da prática tonal na sua origem e no seu desenvolvimento. As cifragens adotadas foram duas: a de algarismos romanos, por ser de uso mais disseminado e a funcional, por traduzir sempre o significado sonoro do acorde e explicar os relacionamentos da tonalidade 2 . Alguns exemplos são apresentados também em resumos, para facilitar a compreensão, possibilitar a todos a execução ao teclado e preparar para estudos posteriores. Há sugestões de trabalhos que poderão ser desenvolvidos segundo os interesses; por exemplo, para um estudo pormenorizado do Baixo Cifrado é recomendável procurar bibliografia especializada sobre o assunto. Constam ainda de Trabalhos, seleções para análises de trechos e de peças inteiras, apresentadas cronologicamente. As traduções dos textos são de responsabilidade dos autores.
O Anexo 1 traz explicação básica de Harmonia no Teclado - uma preparação aos Trabalhos - e o Anexo 2 é um Glossário com informações sobre os principais termos. O presente texto é resultado de mais de dez anos de pesquisas aplicadas nas aulas de Teoria, no Departamento de Música do Instituto de Artes da UNICAMP. Recebeu críticas e colaborações de colegas e alunos dos cursos de Graduação. A todos, aqui ficam nossos sinceros agradecimentos.
__________
SUMÁRIO
ABREVIATURAS
INTRODUÇÃO
1. ACORDES PRINCIPAIS
1.1 ACORDES DE TÔNICA E DE DOMINANTE
1.2 ACORDES DE DOMINANTE E DE TÔNICA COM FUNDAMENTAL NO BAIXO
1.3 ACORDE DE DOMINANTE COM TERÇA NO BAIXO
1.4 ACORDE DE SUBDOMINANTE
1.5 NOTAS ORNAMENTAIS
1.6 ACORDE DE DOMINANTE COM SÉTIMA
2. ACORDES SECUNDÁRIOS
2.1 ACORDE SECUNDÁRIO RELATIVO: distância 3m
2.2 ACORDE SECUNDÁRIO ANTI-RELATIVO: distância 3M
2.3 CADÊNCIAS COM OS ACORDES SECUNDÁRIOS
3. DOMINANTE: INVERSÕES
3.1 ACORDE DE DOMINANTE COM SÉTIMA – INVERSÕES
3.2 ACORDE DE DOMINANTE COM SÉTIMA: TERÇA NO BAIXO
3.3 ACORDE DE DOMINANTE COM SÉTIMA: QUINTA E TERÇA NO BAIXO
3.4 ACORDE DE DOMINANTE: SÉTIMA NO BAIXO
4. DOMINANTE: ORNAMENTAÇÕES
4.1 ACORDE DE DOMINANTE COM QUARTA E SEXTA
4.2 ACORDE DE DOMINANTE COM QUARTA E SEXTA APOJATURA
4.3 ACORDE DE DOMINANTE COM QUARTA E SEXTA DE PASSAGEM
4.4 ACORDE DE DOMINANTE COM QUARTA E SEXTA BORDADURA
4.5 ACORDE DE DOMINANTE COM QUARTA APOJATURA
4.6 ACORDE DE DOMINANTE COM QUARTA E SÉTIMA
5. ACORDES COM SÉTIMA: MAIOR E MENOR 44
5.1 MOVIMENTOS DE QUINTAS
6. ACORDES DA FUNÇÃO DE SUBDOMINANTE
7. DOMINANTES INDIVIDUAIS
7.1 ACORDE DE DOMINANTE DA DOMINANTE
7.2 ACORDE DE DOMINANTE DA SUBDOMINANTE
7.3 ACORDE DE DOMINANTE DA TÔNICA RELATIVA
7.4 ACORDE DE DOMINANTE DA SUBDOMINANTE RELATIVA
7.5 CADÊNCIAS COM DOMINANTES INDIVIDUAIS E PEDAL DE TÔNICA
8. ACORDES DIMINUTOS
8.1 ACORDES COM QUINTA DIMINUTA
8.2 ACORDE DE QUINTA DIMINUTA (TRÊS NOTAS )
FUNÇÃO: DOMINANTE
8.3 ACORDE DE QUINTA DIMINUTA (TRÊS NOTAS )
FUNÇÃO: SUBDOMINANTE
8.4 ACORDE DE SÉTIMA DIMINUTA: QUINTA E SÉTIMA DIMINUTAS
8.5 ACORDE MEIO-DIMINUTO: QUINTA DIMINUTA E SÉTIMA MENOR
9. ACORDE DE DOMINANTE COM NONA
9.1 ACORDE DE DOMINANTE COM NONA MENOR
9.2 ACORDE DE DOMINANTE COM NONA MAIOR
10. ACORDES DE DOMINANTE COM DÉCIMA TERCEIRA
11. ALTERAÇÃO DE ACORDES
11.1 ACORDE DE SEXTA NAPOLITANA
11.2 ACORDE NAPOLITANO
11.3 ACORDE DE SEXTA FRANCESA
11.4 ACORDE DE SEXTA ITALIANA
11.5 ACORDE DE SEXTA GERMÂNICA
12. MODULAÇÃO
12.1 MODULAÇÃO DIATÔNICA
12.2 MODULAÇÃO CROMÁTICA
12.3 MODULAÇÃO ENARMÔNICA
BIBLIOGRAFIA
ANEXO 1.
HARMONIA NO TECLADO
ANEXO 2.
GLOSSÁRIO
ÍNDICE ONOMÁSTICO
QUADRO GERAL DAS FUNÇÕES

EditoraCompanhia Editora Paulista
AutorMaria Lúcia Pascoal e Alexandre Pascoal
FormatoPDF
LeitorLockLizard
ImpressãoNão permitida
SeleçãoNão permitida
freteR$ 0,00 (Download imediato)

Comentários

Nenhuma avaliação de cliente no momento.

Escrever uma avaliação

Estrutura Tonal: Harmonia

Estrutura Tonal: Harmonia

Estrutura Tonal: Harmonia
Maria Lúcia Pascoal e Alexandre Pascoal
Editora Companhia Editora Paulista                   

7 outros produtos da mesma categoria: